Portugal

Brasília

Brasil

José Carlos Santiago

Curador e Facilitador

www.jcsantiago.info
www.jcsantiago.net
www.jcsantiago.com

Abordagens para a sua Saúde e Bem Estar

2008

2008 chegou com muitas mudanças e muitas alterações.

Eu estava habituado a ver mudanças no corpo sempre que se efectuavam mudanças emocionais mas 2008 veio mostrar que não precisam de existir mudanças/alterações emocionais para que o corpo altere; basta apenas a mudança de um pensamento.

Desta forma o meu trabalho está a alterar para abarcar o trabalho com os pensamentos e dessa libertar o corpo e os seus problemas.

Todas as pessoas sabem que é o pensamento que rege a nossa vida mas daí até ele controlar por completo o nosso corpo, eu pensava que ainda existia uma grande distância.

Mas quando se vêm pernas a crescer só porque a pessoa se lembrou de uma banal situação, isso acaba tendo grandes implicações quer na maneira de nós pensarmos quer no tipo de trabalho que eu tenho vindo a fazer.

2005

Em 2005 quando vi pernas curtas a crescerem à minha frente, pensei que isso era ilusão ou mentira mas o facto de acontecer constantemente eliminou essa possibilidade.

2006

Em 2006 foi a aprendizagem “racional” acerca de como e porquê as pernas cresciam e de como o fazer acontecer sempre.

As escolioses também começaram a diminuir substancialmente em pouco tempo e isso acontecia sempre que se faziam grandes libertações emocionais. Esta foi mais uma das situações que passou a ser melhorada numa fracção do tempo que antes demorava.

Pernas curtas e escolioses deixaram de ser situações impossíveis de resolver para serem situações que respondem muito bem às novas abordagens que eu tenho vindo a desenvolver e a aprender.

O facto da parte emocional ser a principal responsável pela eliminação e correcção destes e de muitos outros problemas fez com que o meu trabalho passasse a ser um trabalho mais a nível emocional do que um trabalho físico.

As fibromialgias e muitos outros problemas também viram reduzido o seu tempo de resolução/eliminação.

Desde 2006 que eu mostro em publico (palestras, etc.) e à frente de todos como corrigir pernas curtas, bacias desnivelas e muitas outras situações.

2007

Em 2007 as pernas curtas por vezes cresciam mesmo sem tocar na pessoa e …. um novo mundo nasceu.

A eliminação das escolioses viu o seu tempo diminuir e as fibromialgias e outros problemas viram diminuído o seu tempo de eliminação.

2008

2008 está a ser a mudança radical pois está mostrando que a grande maioria dos problemas se deve a factores emocionais ou a pensamentos que a pessoa tem pelo que esta é uma área nova para mim pois nunca acreditei que simples pensamentos pudessem alterar o corpo físico. No entanto as mudanças físicas costumam ser bem visíveis sempre que a pessoa altera o seu pensamento.

A área emocional está a ficar cada vez mais importante e a área física acaba ficando para trás acabando por se fazer a correcção física quando ela é precisa e quando faz falta.

As escolioses em 2008, muitas das vezes quase que desaparecem ou reduzem significativamente mesmo sem tocar nas pessoas o que prova que tudo aquilo que se fala e se escreve não é completamente verdade e que existem abordagens muito mais rápidas e muito mais eficazes.

As mudanças em termos de trabalho em 2008 foram grandes e estão a ser muitas pois a cada mês que passa o trabalho vai sendo sempre cada vez mais diferente, mais eficaz e mais rápido.

O trabalho que eu hoje faço pouco ou nada tem a ver com aquele que vinha fazendo a alguns anos atrás e hoje ele consiste sobretudo em levar a pessoa a sentir o que ela sente quer em termos físicos e em termos emocionais e deixar que os resultados se manifestem.

Sair do racional e da vontade de fazer algo, foi difícil para mim e hoje sigo a ideia universal de não fazer nada e de deixar que os resultados apareçam e se manifestem.

O corpo sabe mais do que eu. A pessoa sabe bem mais do que eu. E o inconsciente sabe tudo.

Quando passamos a "ouvir" e a "escutar" o corpo, a pessoa e o seu inconsciente, os resultados ultrapassam tudo aquilo que alguma vez se pensou ser possível.

Quando as pessoas permitem que os resultados se manifestem, eles passam a fazer parte da sua vida e do seu corpo.

Desta forma situações complexas podem ser erradicadas ou significativamente melhoradas com relativa facilidade.